Se você escolher as palavras-chave erradas, sua estratégia não terá êxito e não importa o quão bom serão seus outros esforços de SEO

As palavras-chave são a base fundamental de marketing digital, isso é um fato incontestável. No começo encontrar as palavras certas pode parecer uma tarefa fácil – só é preciso escolher alguns termos e frases relacionadas com o seu negócio, passá-los por alguma ferramenta de pesquisa de palavras-chave e calcular o tráfego potencial, não é mesmo? Entretanto, uma pesquisa de palavras-chave é mais complicado que isso. Existem alguns erros principais que as empresas fazem na hora de efetuar a pesquisa de palavras-chave. Vamos analisar esses erros e descobrir como evitá-los.

Erro #1: Usar a correspondência alta em vez de correspondência exata

Volume de pesquisa é uma das métricas mais importantes que deve ser considerada ao pesquisar palavras-chave perfeitas. Isso é a primeira coisa que deve ser verificada nas ferramentas de pesquisa e é aqui que muita gente comete um erro.  

A maioria das ferramentas oferece três tipos de correspondência de palavras-chave:

  • Correspondência ampla contém todas as suas palavras-chave fora de ordem e também pode incluir outras palavras. Por exemplo, se a palavra segmentada for “sapatos pretos” correspondência ampla pode incluir “sapatos pretos para homens” e “sapatos para terno preto”.
  • Correspondência de frase inclui as suas palavras-chave em ordem e pode conter outras palavras. Por exemplo, “onde comprar sapatos pretos” e “sapatos pretos de salto”
  • Correspondência exata contém só as suas palavras-chave na ordem definida “sapatos pretos”

Existe uma grande diferença em volume de tráfego entre os esses resultados. Você poderá obter resultados completamente desmotivantes, caso não leve isso em conta e avalie a quantidade de visitantes potenciais baseando-se na correspondência ampla.

Como evitar o erro: Ao usar ferramentas para estimar volume de pesquisa evite usar os dados de correspondência de frase e correspondência ampla. Sempre lembra-se de basear sua pesquisa nos dados de correspondência exata

Erro #2: Usar palavras-chave de uma palavra só

Outro erro é escolher as palavras-chave que consistem somente de uma palavra. É muito difícil conseguir ranquear bem com uma palavra só – elas são muito genéricas e têm muita concorrência. Além disso, as palavras-chave de cauda curta frequentemente não têm contexto. Por exemplo, alguém pesquisando “coluna” pode estar procurando por informações sobre pilares, espinha dorsal ou grupo de soldados em linha.

Como evitar o erro: Tente compor sua lista de palavras-chave de cauda longa, pois eles oferecem mais contexto.  

Erro #3: Não levar a competição em conta

Ranquear por uma palavra-chave específica significa passar na frente dos concorrentes. Por isso, é preciso planejar uma estratégia eficaz e conhecer bem os seus concorrentes. Se você escolher as suas palavras-chave sem pesquisar a estratégia dos concorrentes antes, será alta a probabilidade de você perder tempo e dinheiro.

Como evitar o erro: Passo um: digite a sua palavra-chave principal no campo de pesquisa e dê uma olhada nos resultados de pesquisa. Quais são suas chances de chegar nas primeiras posições com essa palavra-chave? Caso contrário escolha outras palavras-chave.

A melhor parte de pesquisa competitiva é que ela vai ajudá-lo a encontrar ideias novas de palavras-chave entre aqueles que o seu concorrente está usando e você ainda não. Você pode encontrar essas palavras com a ferramenta Domínio vs. Domínio da SEMrush.

Digite seu domínio e os domínios de seus concorrentes para obter diagrama mostrando palavras-chave compartilhadas entre os domínios e palavras-chave exclusivas.

                                                Ferramenta de Domínio vs Domínio da SEMrush

Erro #4: Não considerar as conversões

Mesmo se você encontrou uma palavra-chave com volume de pesquisa bom e concorrência baixa isso ainda não quer dizer que você encontrou ouro. A razão é simples: essa palavra-chave pode não converter.

Tráfego é ótimo, mas na verdade precisamos de clientes e consumidores. Se uma palavra-chave estiver atraindo tráfego, mas não converte, isso pode ser devido ao fato que a palavra-chave não é rentável (as palavras-chave informativas são uma exceção)

Como evitar o erro: sempre necessário fazer a auditoria de conversão de palavras-chave. Por exemplo, se você estiver usando o Google Analytics, você consegue facilmente definir as palavras que convertem. Tente descobrir as tendências e padrões dessas palavras e os aplique na sua estratégia.

Você também pode usar palavras-chave que contêm indicadores de intenção de usuários, por exemplo, “comprar”, “entrega” etc.

Erro #5: Selecionar as palavras-chaves que não são pesquisadas por usuários

Um dos erros principais é usar palavras-chave que refletem o que a empresa acha do produto e não o que acham os consumidores.

Às vezes as empresas escolham palavras-chave do jargão corporativo. Mas o fato de você usar essas palavras no dia-a-dia não quer dizer que os seus clientes potenciais as conhecem.

O mesmo vale para usar termos de marca que podem nem sequer ser conhecidos ainda. Isso não quer dizer que você não pode usar as palavras da marca ou jargão profissional. Mas é preciso estabelecer um balanço entre essas palavras-chave e aquelas que o seu público realmente pesquisa.

Como evitar o erro: Converse com as pessoas. Pergunte aos seus consumidores, parceiros e funcionários sobre o vocabulário e termos que eles usam para descrever as necessidades deles e perguntas relacionadas com o seu produto.  

Erro #6: Ignorar palavras-chave locais

Algo essencial que as empresas muitas vezes esquecem é a diferença entre as palavras-chave globais e as locais. Se você tiver um negócio local ou regional, certifique-se de que o tráfego de suas palavras-chave chega na sua localização geográfica. Se você só trabalha com clientes de um lugar específico, use as palavras-chave usadas nessa região.

Como evitar o erro: Ao fazer pesquisa de palavras-chave com  Google’s Keyword Tool, sempre filtre os resultados usando o filtro de localização

E considere apostar nas palavras-chave geográficas. Muitos usuários acrescentam o nome da cidade deles ou região à pesquisa, assim que otimizar o seu site para essas palavras-chave é uma boa estratégia para encontrar seus clientes.

Conclusão

A pesquisa de palavras-chave não é uma tarefa fácil, mas ela tem que ser feita da forma correta. Se você visar as palavras-chave apropriadas e valiosas, seu tráfego e conversões vão crescer exponencialmente. Se você escolher as palavras-chave erradas, sua estratégia não terá êxito e não importa o quão bom serão seus outros esforços de SEO.