As redes sociais e as ferramentas de busca não param de realizar mudanças em seus algoritmos para aprimorar e melhorar a experiência dos usuários. Após a grande alteração realizada recentemente pelo Google priorizando o conteúdo mobile e de aplicativos, o Facebook também promoveu algumas mudanças visando mais usabilidade.

São três as principais alterações do algoritmo:

  • Mais conteúdos no News Feed;

Essa mudança foi realizada pensando principalmente em usuários que não possuem muito conteúdo disponível no feed de notícias. O Facebook flexibilizou a regra onde o usuário vê posts de diferentes origens. A partir de agora, ao esgotar as atualizações, o usuário terá mais acesso a posts da mesma origem.

  • Prioridade para publicações de amigos mais próximos;

Essa alteração foi realizada visando usuários com muitas atualizações no feed de notícias. Alguns usuários estavam preocupados de perder no feed as atualizações dos amigos mais próximos, como curtidas, status, fotos e outros. Dessa forma, cada usuário a partir de agora terá um conteúdo diferente como uma tentativa de mais equilíbrio entre as publicações.

  • Menos espaço para interações de terceiros

Um feedback de usuários informou que eles estavam pouco interessados em ver interações de amigos como comentários e curtidas em outros conteúdos. Isso fez com que o Facebook diminuísse a exibição desse tipo de informação ou colocando-a ao final do feed de notícias.

shutterstock_189811238

Para que servem as atualizações?

Mas por que realizar tantas alterações nos algoritmos que definem como e quando os usuários terão acesso a um determinado conteúdo? Todas essas mudanças estão sendo realizadas para que haja mais usabilidade e que o usuário consiga realmente ter acesso as publicações que sejam mais relevantes para ele.

Com o passar do tempo, os usuários aumentam o número de amigos nas redes sociais e também de curtidas fazendo com que acumule mais informações no seu feed. O Facebook (e outras redes sociais) quer conseguir filtrar o que é mais interessante para que o excesso de publicações pouco relevantes não afaste o usuário.

Alternativa para empresas

Neste cenário, com o usuário cada vez mais no centro das atenções, as empresas precisam efetivar seu gerenciamento e o monitoramento de redes sociais para conseguir se destacar e continuar sendo relevantes.

No Facebook, por exemplo, é importante postar conteúdos que sejam ricos para o seu público e ter em mente que posts mais elaborados podem ser uma estratégia mais eficiente do que aumentar a quantidade de publicações.

Caso o seu conteúdo esteja diminuindo o alcance, direcione sua atenção na produção de conteúdo valioso no seu site e varie as estratégias de compartilhamento. Desta maneira os usuários também irão considerar relevante a divulgação, criando uma rede de interesses mais ampla.