A tecnologia será usada para identificar contas com comportamento abusivo na rede social

O Twitter anunciou nesta semana em seu blog que vai usar os algoritmos na identificação de contas envolvidas em comportamento abusivo. A rede social pretende evitar a veiculação de propagandas violentas, limitar o assédio e o bullying, e ainda reprimir as notícias falsas. A companhia que já usa tecnologia para tentar limitar algumas comunicações, ainda revisará os relatórios dos usuários sobre possíveis abusos.

A rede social também disse que vai limitar por um período de tempo não especificado a funcionalidade de contas consideradas abusivas pelo seu algoritmo, uma restrição que poderia permitir, por exemplo, que apenas os seguidores vejam os tweets desse usuário. Atualmente, as contas são excluídas ou suspensas quando marcadas como abusivas.

O Twitter também está introduzindo novas opções de filtragem para as suas notificações para dar ao usuário mais controle sobre o que ele vê em certos tipos de contas, como aqueles sem uma foto de perfil, endereços de e-mail não verificados ou números de telefone.

“Pretendemos agir apenas em contas nas quais estamos confiantes, com base em nossos algoritmos, de que o comportamento é abusivo. Como essas ferramentas são novas, às vezes podemos cometer erros, mas estamos trabalhando ativamente para melhorar todos os dias”, disse o vice-presidente de engenharia, Ed Ho, em um post no blog.