O Yahoo vai vender suas operações de Internet, que incluem publicidade digital, email e mídia, para a Verizon por 4,83 bilhões de dólares

yahoo_venda

Nesta segunda, dia 9 de janeiro, foi anunciado para a imprensa que a empresa Yahoo mudará seu nome para Altaba e sua diretora-geral, Marissa Mayer, deixará o cargo juntamente com outros cinco membros da diretoria quando o processo de venda para a Verizon estiver finalizado.

A decisão foi tomada após a venda da empresa para a Verizon por US$ 4,83 bilhões. Marissa Mayer continuará a exercer funções executivas no Yahoo após a conclusão da compra, mas não vai mais liderar a empresa, que será integrada a AOL. Combinadas, as duas ficarão sob o comando de Marni Walden, presidente de inovação de produto e novos negócios da Verizon.

Entre os demais membros que deixarão o conselho está um dos fundadores do Yahoo, David Filo. De acordo com o Yahoo, as demissões não tem relação com “nenhum desentendimento em qualquer assunto relacionados às operações da empresa, suas políticas ou práticas”.

A Verizon acordou em julho do ano passado a compra de uma parte do Yahoo, que inclui o negócio publicitário, websites, aplicativos móveis e os e-mails por mais de US$ 4,8 bilhões, embora a operação ainda não tenha sido fechada.

A parte da empresa que não se fundir, formada pela área de patentes e pela administração da fatias em outras companhias se tornará uma companhia de investimentos. Essa companhia passará a se chamar Altaba Inc, que tem, entre seus ativos, fatia de 15% no gigante chinês do comércio eletrônico Alibaba e participação de 35,5% no Yahoo Japan. O conselho dessa empresa contará com apenas cinco cadeiras. Na presidência estará Eric Brandt, ex-integrante do conselho do Yahoo.