Por que todo marketer deve entender de produto?

Por que todo marketer deve entender de produto?

O marketer não deve entender apenas do processo final, mas também participar do desenvolvimento, criando uma comunicação eficiente e ações certeiras.

*O nascimento de um produto acontece diante das necessidades dos consumidores, o que as empresas identificam como possíveis oportunidades. Como o caminho que existe entre o insight e a comercialização definitiva do produto é extenso, o marketer não deve entender apenas do processo final, mas também participar do desenvolvimento, criando uma comunicação eficiente e ações certeiras.

Atuando como Gerente de Marketing de Performance há mais de 10 anos em agências de digital e em empresas como Catho Online, Englishlive, Grupo Nova, Vérios Investimentos e, atualmente, na OLX Group, em Portugal, sinto que há pontos cruciais que passam batido, no que tange a sinergia que liga o produto ao marketing.

Marketer com cabeça de produto

É claro que a meta do produto é se tornar um case de sucesso e superar as expectativas propostas. Porém, para que isso aconteça é preciso ter o olho com foco em negócios, principalmente no que diz respeito aos consumidores. As mudanças ocorrem na velocidade da luz, então é indispensável conhecer o comportamento do usuário e analisar possíveis alterações nos seus hábitos dentro da plataforma.

O marketer deve acompanhar o desenvolvimento do Produto desde o início
O marketer deve acompanhar o desenvolvimento do produto desde o início (Créditos: PM3).

Algo que precisa estar devidamente claro na cabeça dos profissionais do marketing é que o desenvolvimento das campanhas devem estar totalmente relacionado à visão do produto, que se conecta diretamente com as dores dos consumidores, assim como a concorrência do segmento em questão.

Estar atento ao cenário é lição de casa diária para formular um plano de marketing compatível com a visão da empresa.

Diante da minha experiência de mercado e aprendizados que surgiram ao longo da minha carreira, não me restam dúvidas que o marketer precisa trabalhar em parceria com a área de produto, para que juntos tracem estratégias sólidas.

Hoje, trabalhando em uma multinacional e com diversos times de produto alinhados com a visão e os OKRs dos trimestres que estão por chegar, consigo alinhar a estratégia das campanhas com muito mais clareza – até porque, não adianta nada aumentar o tráfego no site, se a taxa de conversão é muito baixa, por exemplo.

Da demanda à prateleira

Adotando a metodologia de growth – criando hipóteses que sejam validadas de forma rápida – o marketer consegue ajudar o time de produto na hora de gerar tráfego com foco em um objetivo específico (preenchimento do cadastro, que o usuário assista ao vídeo, teste novos formulários etc). Por isso, é tão importante o marketer estar imerso no produto, pois só desta forma vai conseguir dar o tiro certo em cima da necessidade do target – além de estar alinhado com as entregas e as melhorias que serão desenvolvidas.

Neste momento que entra o cinto de utilidades do marketer para identificar se o usuário está engajando com o produto da forma ideal. Ferramentas de Analytics, heatmap, vídeo de navegação, campanhas pagas (Google Ads, Facebook Ads, programática, Native Ads etc), tráfego orgânico, inbound marketing, publi post e tudo mais. Qualquer que seja a maneira que o profissional de marketing vai gerar tráfego, o produto deve estar pronto.

Mas onde se atualizar sobre o tema de Produto + Marketing?

Times de desenvolvimento de produtos são caracterizados pela multidisciplinaridade. Há desenvolvedores front e back, UI/UX Designer, o Product Manager, e geralmente um marketer que vai ter o olhar hacker necessário com foco na aquisição de usuários.

Quando comecei a me relacionar mais com a área de produto, sentia muita dificuldade em entender os conceitos que iam desde os fundamentos do desenvolvimento de produto, até a parte mais do dia a dia, como testes a/b, alinhamento com stakeholders, user ideação, desenvolvimento de solução, etc.

gravação do curso da pm3
Gravação do curso da pm3

Na época, eu procurei no mercado uma solução de educação que conseguisse me dar linearidade no ensino sobre Product Management e me deparei com um conteúdo totalmente pulverizado entre posts em blogs, eventos e livros com literatura estrangeira (e com exemplos que não se aplicavam para a realidade do Brasil). Resumindo, super complexo de agrupar tudo em um lugar só.

Por conta disso, eu e os meus sócios resolvemos convidar quem realmente está fazendo acontecer no desenvolvimento de produtos digitais hoje no Brasil.

Reunimos profissionais de empresas como Grupo Zap, ContaAzul, Nubank, GetNinjas Creditas, Ifood, Booking.com, Adobe, Resultados Digitais, OLX e muitas outras para conseguir passar através de um conteúdo simples e cronológico como se forma um Product Manager para atuar no mercado.

Convido vocês a conhecerem o primeiro curso de Product Manager online do país, que conta com mais de 40 horas de conteúdo.  O curso traz cases de grandes empresas nacionais (e internacionais) com exemplos claros do que fazer (e não fazer) na hora de desenvolver um produto.

Não tenho dúvidas que vai enriquecer os seus conhecimentos sobre a área de produto e te tornar um marketer mais completo. Caso já esteja namorando a área de produto há algum tempo, não tenho dúvidas que esse curso pode te ajudar nesta jornada, visto que a área de produto recebe muito bem profissionais com background da área de marketing.

 

*Post patrocinado

Bruno Coutinho tem mais de 10 anos de experiência em marketing digital. Hoje atua como Performance Marketing Manager na OLX Portugal e é co fundador da Cursos PM3, que desenvolveu o primeiro curso online para formar Product Manager no Brasil. Email: contato@cursospm3.com.br

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.