Facebook irá investir 1 bilhão de dólares para remunerar criadores de conteúdos

A ideia é implantar um sistema semelhante ao do TikTok e do Kwai para remunerar todos os criadores, inclusive aqueles que estão apenas começando a construir o seu público.

Recentemente, Mark Zuckerberg anunciou que em 2022 será investido 1 bilhão de dólares (mais de R$ 5 bilhões em conversão direta) para que criadores de conteúdo continuem produzindo para as plataformas do Facebook e do Instagram, possibilitando finalmente a monetização direta pelos criadores e não apenas através de publicidade.

O post de Zuckenber, traduzido do inglês pela nossa equipe, diz: “Nós queremos construir a melhor plataforma para milhões de criadores viverem disso, então nós estamos criando novos programas para investir mais de 1 bilhão de dólares para recompensar criadores pelos ótimos conteúdos que eles criam no Facebook e no Instagram durante 2022. Investir em criadores não é algo novo para nós, mas estou animado para expandir esse trabalho com o tempo. Mais detalhes em breve.”

No mesmo dia, uma publicação foi lançada na plataforma de notícias do Facebook contando um pouco mais sobre essa novidade. Foi divulgado que novas ferramentas voltadas para a criação de conteúdo estão sendo desenvolvidas, como a “Live Audio Room”, uma ferramenta de salas semelhante ao Clubhouse; o “Bulletin”, uma plataforma para criação de textos, e o programa de afiliados às lojas hospedadas no Instagram. Além disso, os criadores de conteúdo credenciados serão recompensados ao atingir determinadas metas na plataforma, podendo monetizar os seus conteúdos.

Nessa mesma notícia já é explicado um pouco melhor sobre esses programas de recompensa, que além de remunerar o criador de conteúdo irão trazer insights sobre os melhores conteúdos que ele criou para ajudá-lo a crescer. Esses programas de recompensa serão sazonais e irão se modificar com o tempo e, provavelmente, com a recepção da audiência.

Atualmente, dois programas já estão disponíveis para criadores convidados no Facebook, sendo possível inserir anúncios dentro dos vídeos criados para a plataforma no decorrer de quatro meses e ainda ganhar recompensas através da interação com fãs durante as lives durante três meses.

No Instagram, as recompensas já disponíveis também são restritas para criadores convidados. O criador que se inscreve no IGTV ads, um programa de adicionar anúncios aos vídeos do IGTV, ganha uma recompensa. Algumas recompensas são oferecidas para criadores de conteúdo que completam certa meta em lives, como executar até determinado horário ou fazer uma live com outra conta. Um programa de recompensa referente ao Reels já foi anunciada e será oferecida aos criadores que criarem Reels com conteúdo considerado relevante, segundo o algoritmo interno da plataforma.

O grupo anunciou que todos os programas estarão pautados nos mesmos princípios:

  1. Autenticidade, destinado para recompensar os criadores de conteúdos originais e de qualidade que são apreciados pelo público;
  2. Tangibilidade, voltada para recompensar criadores de diversos segmentos e tamanhos, estimulando conteúdos variados;
  3. Simplicidade, com requisitos fáceis de entender e que podem ser trabalhados para que o criador se desenvolva.

Embora o discurso da empresa seja que esses programas serão lançados como maneira de recompensar os bons conteúdos e expandir os recursos da plataforma, a leitura de terceiros, como do site de notícias CNBC, tem sido que essa é uma estratégia para competir diretamente com outras plataformas populares, como o Tik Tok e o Kwai, o que parece coerente considerando que todos os programas de recompensa anunciados até o momento estão relacionados com os formatos de vídeo presentes na plataforma e que são competidores diretos do formato apresentado pelo concorrente.

E você, o que achou da notícia? Comente, curta e compartilhe a novidade com seus amigos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.