Tópicos Artigos do tópico "Empreendedorismo"

Empreendedorismo

O Google anunciou a expansão do seu programa gratuito de treinamento em habilidades digitais, o Cresça com o Google. De acordo com a empresa, o projeto será levado para três capitais brasileiras, capacitando presencialmente 20 mil pessoas. No ano passado, durante o programa piloto, foram treinadas mais de 5 mil pessoas em Salvador e Recife. A primeira edição da nova etapa do projeto será em Teresina, no Piauí, nos dias 25 e 26 de abril. Também já estão marcados cursos em Brasília, nos dias 9 e 10 de maio, e em Natal, no Rio Grande do Norte, nos dias 29 e 30 de maio.

Ir com a manada, postando qualquer conteúdo sem entender seu público, suas dificuldades e desejos, ou ter bem desenhada a proposta de valor do seu negócio, não vai te ajudar a atrair mais clientes Já parou para pensar no por que você criou e segue alimentando a rede social do seu negócio? Pode ser Facebook, Instagram, LinkedIn ou YouTube. Não importa. Eu sei que escutamos as estatísticas por aí dizendo ter chegado a 2 bilhões o número de usuários no Facebook, e os perfis corporativos do Instagram já passaram dos 50 mil. Mas, você já avaliou para quê cada uma dessas redes servem de verdade?

Cada vez que participo de algum evento de Marketing Digital fico impressionada com o aumento do número de empreendedoras. E essas profissionais que estão vindo por aí não vêm para brincadeira. Elas estão empreendendo com vontade e muita garra, acreditando no que fazem. É muito bonito e inspirador perceber que elas são movidas pela vontade de mudar o mundo, de dar a sua contribuição para uma sociedade melhor e mais justa. Por que estou escrevendo sobre esse tema agora? Bem, para quem não sabe, hoje é o Dia Global do Empreendedorismo Feminino, comemorado em 153 países, incluindo o Brasil. Aproveitando a data, conversei com seis empreendedoras digitais brasileiras que acompanho de perto (e me inspiro) pelas mídias sociais sobre empreendedorismo, as dificuldades das mulheres para começar a empreender no Brasil e ainda pedi para que elas contassem um pouco das suas histórias e de como o empreendedorismo mudou as suas vidas.

Cada vez que participo de algum evento de Marketing Digital fico impressionada com o aumento do número de empreendedoras. E essas profissionais que estão vindo por aí não vêm para brincadeira não. Elas estão empreendendo com vontade e muita garra, acreditando naquilo que fazem. Por que estou escrevendo sobre esse tema agora? Bem, para quem não sabe, o dia 19 de novembro é o Dia Global do Empreendedorismo Feminino, comemorado em 153 países, incluindo o Brasil. A data foi criada pela ONU, em 2014, para chamar atenção para a mulher empreendedora e o impacto econômico que ela produz na economia global. Aproveitando a proximidade da data, conversei com seis empreendedoras digitais brasileiras que acompanho de perto (e me inspiro) pelas mídias sociais sobre empreendedorismo, as dificuldades das mulheres para começar a empreender no Brasil e ainda pedi para que elas contassem um pouco das suas histórias e de como o empreendedorismo mudou as suas vidas.

Cada vez que participo de algum evento de Marketing Digital fico impressionada com o aumento do número de empreendedoras. E essas profissionais que estão vindo por aí não vêm para brincadeira não. Elas estão empreendendo com vontade e muita garra, acreditando naquilo que fazem. Por que estou escrevendo sobre esse tema agora? Bem, para quem não sabe, o dia 19 de novembro é o Dia Global do Empreendedorismo Feminino, comemorado em 153 países, incluindo o Brasil. A data foi criada pela ONU, em 2014, para chamar atenção para a mulher empreendedora e o impacto econômico que ela produz na economia global. Aproveitando a proximidade da data, conversei com seis empreendedoras digitais brasileiras que acompanho de perto (e me inspiro) pelas mídias sociais sobre empreendedorismo, as dificuldades das mulheres para começar a empreender no Brasil e ainda pedi para que elas contassem um pouco das suas histórias e de como o empreendedorismo mudou as suas vidas.

Dando continuidade a minha série de artigos sobre "Como ter sucesso como freelancer em Marketing Digital", conversei desta vez com um dos caras mais legais que conheço dentro do mercado de marketing de conteúdo do país, Paulo Macedo. Ele e eu conversamos sobre a "ralação" que é ser freela no país, quais as melhores plataformas para conseguir os primeiros trabalhos e ainda dicas de como ter sucesso como freelancer. Você está convidado para esse bate-papo. Vem comigo?

Quase toda semana o Facebook divulga novas atualizações e recursos para os seus usuários. Nas últimas semanas não foi diferente. Neste post você vai encontrar as principais novidades da rede social e ficar por dentro do que pode ser anunciado em breve. Vamos lá?

A rede de contatos profissionais LinkedIn divulgou na semana passada o ranking das dez melhores páginas de empresas do mundo em 2017. A Hotmart, especializada em produtos digitais, foi a empresa brasileira mais bem colocada e a única a entrar para o Top 10, ocupando o 7º lugar mundial. A startup possui mais de 20 mil seguidores.

Prestar serviços como freelancer é uma excelente alternativa para quem não está empregado no momento ou para quem deseja começar a trabalhar home office para mudar seu estilo de vida. Um dos pontos positivos de ser freelancer é a oportunidade de ter uma agenda com horários mais flexíveis. Isso vai ajudar muito para quem tem (assim como eu) filho pequeno e quer passar mais tempo com ele, e também deseja conseguir mais tempo para a vida pessoal. Ou ainda para quem pretende fazer um mestrado ou doutorado e precisa se organizar para conciliar a vida acadêmica com a profissional. Outro ponto positivo é a possibilidade de fazer contatos com várias empresas e diversos profissionais. Afinal, um colega ou amigo pode indicar seu nome para um freela amanhã. E quanto mais trabalhos e clientes você conseguir, melhor. Principalmente aqueles que podem render boas recomendações em seu perfil no LinkedIn ou na tradicional propaganda boca a boca. Outra grande vantagem em trabalhar como freelancer, principalmente para quem está começando na carreira, é conseguir experiência mais rapidamente e poder rechear o currículo com diversas experiências dentro da sua área de atuação.

Usuários que tiverem instalado o Telegram 4.0 ou versões superiores poderão solicitar produtos e serviços aos bots que os oferecem. Esses bots agora disponibilizam uma tecla de “Pagamento” em seus chats. Ao apertar a tecla “Pagamento”, serão solicitadas algumas informações de cartão, endereço de entrega e confirmação de pagamento. E, por fim, os usuários recebem o produto ou serviço solicitados.

Empreendedorismo