Tópicos Artigos do tópico "Ferramentas"

Ferramentas

Segundo o The Verge, o Instagram está começando a testar o recurso de silenciar as fotos do feed, não somente as postagens no Stories. Ao identificar um perfil que não quer encontrar no feed ou na sequência dos Stories, basta clicar no menu indicado por três pontos na lateral das imagens ou na configuração da página do usuário. Automaticamente, o Mute faz com que os posts deixem de aparecer, ficando visíveis apenas ao entrar na conta da pessoa que foi silenciada. O perfil "mutado" não é avisado sobre a ação, que pode ser desativada e ativada quando o usuário preferir, evitando possíveis problemas. Além disso, quem silenciou continua recebendo normalmente todas as notificações ao ser marcado em imagens ou comentários pela conta bloqueada.

Os usuários brasileiros da Netflix podem finalmente aproveitar o formato de stories para smartphones, com prévias das produções. O anúncio foi realizado recentemente no blog oficial do serviço de streaming. Cada prévia tem cerca de 30 segundos, sendo exibida em formato vertical para que você não precise girar seu celular. As prévias são apresentadas como um slideshow. Se aparecer algo interessante, você pode assistir ou adicionar na sua lista. Caso contrário, pode deslizar para a lateral ou clicar na tela e avançar para a próxima prévia.

O Google anunciou a expansão do seu programa gratuito de treinamento em habilidades digitais, o Cresça com o Google. De acordo com a empresa, o projeto será levado para três capitais brasileiras, capacitando presencialmente 20 mil pessoas. No ano passado, durante o programa piloto, foram treinadas mais de 5 mil pessoas em Salvador e Recife. A primeira edição da nova etapa do projeto será em Teresina, no Piauí, nos dias 25 e 26 de abril. Também já estão marcados cursos em Brasília, nos dias 9 e 10 de maio, e em Natal, no Rio Grande do Norte, nos dias 29 e 30 de maio.

A partir de agora empresas e marcas que utilizam o LinkedIn como um de seus canais de comunicação contarão com um novo recurso para atingir suas audiências: o Sponsored Video. Em um estudo da empresa, 48% dos anunciantes pesquisados disseram que atingir a audiência certa é a maior dificuldade ao desenvolverem uma campanha com vídeo em outras plataformas.

O Facebook está fechando o cerco para o uso de dados de usuários para criar segmentações de públicos para a sua utilização em anúncios. A companhia está desenvolvendo uma nova ferramenta para conferir e certificar que os públicos personalizados criados por meio de lista de e-mails foram realmente autorizados pelos proprietários dos endereços de e-mails. A rede social também vai impedir que públicos criados com esses endereços sejam compartilhados entre contas de anúncios.

O LinkedIn lançou três novos estilos de texto que podem ser sobrepostos em vídeos do LinkedIn para adicionar mais contexto e detalhes, mesmo quando o som está desligado. Essas duas novas ferramentas criativas para vídeo estão disponíveis com a versão mais recente do aplicativo LinkedIn para Android e iOS.

Uma das novidades dessa semana é que as páginas de negócios no Brasil terão acesso ao novo recurso de compras no Instagram. A novidade permite aos perfis comerciais, de qualquer tamanho, exibir gratuitamente produtos com direito a preço e mais informações, além de outros itens relacionados. Links diretos levam o usuário às lojas oficiais, onde o cadastro pode ser realizado e a transação finalizada.

Com o lançamento do Messenger Platform 2.3, o Facebook está apresentando ao mercado diversas novas ferramentas para tornar as interações dos usuários em sites mais dinâmicas, fáceis e divertidas. Essas atualizações incluem respostas rápidas para solicitar os endereços de e-mail ou números de telefone dos usuários, novas tags de mensagens e novas métricas da API Messaging Insights.

O botão Boost Post já está disponível em alguns grupos do Facebook nos Estados Unidos. Com o novo recurso, os administradores de grupos podem contar com três opções de segmentação para as postagens de link dentro de um grupo: geração de mais cliques, maior envolvimento dos participantes com likes, compartilhamentos e comentários, e ainda dar mais atenção a determinadas pessoas do grupo, que podem se transformar em potenciais clientes.

Ir com a manada, postando qualquer conteúdo sem entender seu público, suas dificuldades e desejos, ou ter bem desenhada a proposta de valor do seu negócio, não vai te ajudar a atrair mais clientes Já parou para pensar no por que você criou e segue alimentando a rede social do seu negócio? Pode ser Facebook, Instagram, LinkedIn ou YouTube. Não importa. Eu sei que escutamos as estatísticas por aí dizendo ter chegado a 2 bilhões o número de usuários no Facebook, e os perfis corporativos do Instagram já passaram dos 50 mil. Mas, você já avaliou para quê cada uma dessas redes servem de verdade?

Ferramentas