Como definir seu público-alvo de maneira inteligente

Você investiu muito tempo, dinheiro e esforço no desenvolvimento de seu negócio. Veja como garantir que você está atraindo e visando o público correto.

Um dos primeiros passos no desenvolvimento de uma estratégia de marketing é identificar seu público-alvo. É tão crucial quanto sua declaração de objetivos, abordagem de marketing e até mesmo orçamento.

Os profissionais de marketing podem tomar melhores decisões sobre mídia, comunicação e momento quando têm um sólido entendimento de seu comprador ideal. Então vamos analisar aqui  o que é exatamente um público-alvo e te ensinar a como determinar o seu de maneira inteligente.

O que é o público-alvo?

Um público-alvo é um grupo de clientes definido por seu comportamento e características, tais como mães, entre 35 e 45 anos de idade, que trabalham fora e tem crianças pequenas em casa .

A estratégia de marketing da maioria das empresas é influenciada pelo público-alvo, que pode incluir onde gastar dinheiro em publicidade, como alcançar os clientes e até mesmo que produto desenvolver a seguir.

Os públicos-alvo são frequentemente usados para definir a persona do comprador de uma empresa. As personas (buyer personas) são uma representação fictícia do consumidor ideal de uma empresa, baseada em dados de um público-alvo. 

A seguir, alguns exemplos de padrões demográficos e comportamentais que podem definir seu público-alvo:

  • Idade
  • Localização
  • Gênero
  • Ocupação
  • Renda

Estes dados são super úteis para obter um melhor conhecimento do cliente e de como ele toma as decisões de compra. 

Sua campanha publicitária pode ter mais sucesso em atingir as pessoas certas, que se relacionam com a mensagem e os produtos de sua empresa, se você tiver como alvo um determinado público.

É importante distinguir entre público-alvo e mercado-alvo ao discutir o conceito de público-alvo. Embora sejam semelhantes, há uma diferença significativa na qual os profissionais de marketing devem prestar atenção.

Mercado-alvo ou Público-alvo?

Um mercado-alvo é um conjunto específico de consumidores aos quais os produtos de uma empresa são dirigidos. Tanto os públicos-alvo quanto os mercados-alvo estão concentrados em segmentar os clientes em grupos para tomar decisões comerciais instruídas. A demografia, os interesses e o histórico de compras de um público alvo são usados para definir esse grupo.

Você pode basicamente descrever seu mercado-alvo identificando seu público alvo. Se o mercado alvo for ” profissionais de saúde entre 35-45 anos”, o público alvo seria ” profissionais de saúde entre 35-45 anos que vivem em Santa Catarina, Brasil”.

Agora que vimos este rápido resumo dos dados demográficos do público-alvo, vamos entrar em alguns pontos específicos, incluindo os muitos tipos de público e como identificar o seu próprio.

  • Quando falamos de público-alvo, estamos discutindo diferentes abordagens para descrever quem você está tentando alcançar com sua campanha. Você pode dividir seus clientes em grupos ou classificá-los mais detalhadamente usando critérios como:
  • Intenção de comprar
  • Pessoas que estão procurando um produto específico e gostariam de obter informações e opiniões adicionais antes de comprar o produto. 

Esse perfil é muito interessante para determinar como você pode direcionar melhor suas mensagens ao seu público alvo.

Interesses

Conhecer informações sobre interesses e hábitos das pessoas permite que você se relacione com seu público e descubra as motivações e hábitos do comprador. 

Por exemplo, se você descobrir que uma alta porcentagem de clientes potenciais está interessada em viajar, você pode incorporar essa mensagem em seu esforço de marketing para atrair mais clientes.

Nichos culturais

Esta é uma comunidade de pessoas que têm uma experiência comum. Uma cena musical, artística, ou gênero de entretenimento específico é um exemplo disso. As subculturas ajudam as pessoas a se definir, e as empresas podem utilizá-las para descobrir de quem estão se aproximando.

7 Passos para encontrar seu público-alvo

Você provavelmente já sabe que chegar a um público-alvo envolve pesquisa, o que envolve descobrir quem você está tentando alcançar e como você pode atingir o sucesso de uma maneira que se destaque da concorrência. 

Então vamos listar alguns passos simples para você chegar lá e encontrar o seu público-alvo:

1. Conheça sua base atual de marketing

Analisar quem compõe sua base atual é um bom ponto de partida para definir seu público-alvo. Este método tem a vantagem de começar com leads e consumidores reais, promovendo a objetividade e reduzindo eventuais confusões. 

2. Pesquise o mercado e identifique as tendências do setor

Faça pesquisas de mercado dentro da sua área para ver onde existem lacunas no serviço que seu produto pode cobrir. Examine o perfil de público de produtos similares para identificar onde outros estão concentrando seus esforços, e então concentre-se ainda mais no valor distinto de seu produto.

 3. Estude a concorrência

Examinar a concorrência é uma das técnicas mais comuns para que as empresas aprendam mais sobre seu público-alvo. 

Tenha uma noção clara de quem são seus concorrentes e veja se a demografia que eles estão visando é um bom alvo para sua empresa. Lembre-se de que enquanto analisa as iniciativas de marketing de seus concorrentes, você também deve procurar maneiras de cobrir as falhas que eles apresentam. 

4. Desenvolva personas

Personas são uma excelente abordagem para obter uma melhor compreensão dos diferentes grupos que compõem seu público-alvo e especialmente úteis se o seu produto atrai uma ampla gama de clientes.  Elas ajudam você a descobrir a demografia geral, as personalidades e os desejos de seu público-alvo. 

As personas são geradas usando dados, pesquisas, comportamentos digitais, interesses pessoais e qualquer outra informação disponível para os profissionais de marketing, a fim de fornecer uma visão mais completa de seus clientes. 

5. Defina quem não é seu público-alvo

Ao estabelecer quem é e quem não é o seu público, seja bastante detalhista. Sua população é composta por homens, ou homens de 25 a 35 anos, solteiros e com ensino superior? Sabendo disso, suas equipes não desperdiçam dinheiro em segmentos publicitários que não são lucrativos.

6. Revise constantemente

Você terá uma melhor compreensão de seu público-alvo à medida que coletar mais dados e se conectar com os clientes. Para obter os melhores resultados, você deve otimizar e aprimorar constantemente as personas com base nestes dados.

7. Tire proveito do Google Analytics

O Google Analytics fornece muitas informações sobre as pessoas que visitam seu site. Estes dados podem ser usados para descobrir insights críticos, tais como quais canais seu público-alvo está usando ou em que tipo de conteúdo eles estão mais interessados, permitindo que você tome decisões mais assertivas durante o processo de planejamento da campanha.

Fortaleça seu marketing, concentrando-se em seu público-alvo.

Você pode aplicar tudo o que aprendeu aqui para tomar decisões de marketing bem informadas, melhorar seu marketing de conteúdo e comunicação de marketing depois de ter conhecido seu público-alvo, ter analisado a concorrência e entendido todos os dados disponíveis.

Conhecer quem é seu público-alvo não é o mesmo que saber quem ele é. É fundamental entender tudo que você pode sobre seu público-alvo – seu estilo de vida, hábitos, preferências, exigências, antipatias, favoritos e assim por diante – e manter essas informações atualizadas para que você possa oferecer um excelente serviço.

Lembre-se de que atirar para todos os lados não vai ajudar em nada sua empresa. Portanto, limite seu foco.

Qual é a característica mais marcante do seu público-alvo? Conte para a gente aqui nos comentários!

23 COMENTÁRIOS

    • Opa, td bem Anderson?

      Obrigado pelos elogios :)

      Fique a vontade para voltar ai no site. Eu sou apenas um entre tantos autores aqui do site e é um melhor que o outro! Então pode ter certeza que conteúdo de qualidade é o que não falta :)

      Qualquer dúvida só perguntar que estamos ai para ajudar!

      Grande abraço!

  1. Adorei as dicas !! =)
    Você conseguiria me dar um exemplo de combinação de mercado para o serviço de fotografia para que eu possa entender melhor? Não consegui fazer a combinação com alguma dessas dicas que vc deu, não sei se foi por que não consegui entender rs ou por que não consegui combinar um ao outro.=/

    • Eai Vivi! Td bem?

      Claro! Deixa eu ver se consigo te ajudar:

      O que eu geralmente recomendo é que vc se especialize: seja qual for o nicho que vc decidir entrar (no caso dentro do ramo de fotogragia), vc tem que ter uma CLARISSISSIMA visao de como seria possivel vc se tornar A MELHOR no que vc faz … nem que para isso vc precisa subdividir (pode ser um nicho menor, ou começando pela sua propria cidade/bairro/grupo já é um bom ponto de partida)

      Dps disso vc poderia combinar com por exemplo o mercado “quero transar” que envolve relaçoes num geral. Uma que imediatamente vem a cabeça: casamento (pq acredito que vc não quer entrar na industriia porno haha apesar de provavelmente ter um bom $$$ envolvido ;))

      Vc poderia simplesmente se posicionar como A fotografa de casamento. Vc faz e somente faz casamentos e nada mais .. mas vc é a melhor nisso!

      “ah mas vou estar deixando de lado um monte de gente ..”

      Sim … mas isso é bom!

      O que é melhor? 5 clientes pagando $100 … ou 1 cliente pagando $500?

      Financeiramente, igual .. agora em termos de stress e negocio, eu prefiro MUITO mais 1 cliente de $500 :)

      E vc sendo especialista vc pode cobrar preços assim .. pq vc é uma especialista, vc se dedicou a somente essa area

      Fora que o casal que já está gastando uma paulada no casamento, n vai se importar em gastar um pouco a mais pra pegar “aquela fotografa DE CASAMENTOS que alguem do trabalho recomendou”

      Percebe como tem muito mais poder!?

      Dá uma procurada por “Kyle Hepp”. Ela tem um trabalho especializado em casamento bem diferenciado e nd digamos, “comum”..

      Com ctz um monte de gente n gosta e jamais contrataria … em compensação os POUCOS que gostam AMAM o trabalho dela e n se importam de pagar um pouco a mais .. e é exatamente estes que devem importar mesmo!

      Outra ideia: fotografia por si só já é um hobby. Há diversos cursos sobre como fotografar melhor etc. De repente vc poderia se especializar e ser professora de fotografos mesmo!! Mas nao geral … pq ninguem iria lhe pagar isso ..

      Novamente a resposta é especialização ..

      Por ex, se especiliza em fotos noturnas … ou de paisagens .. ou de animais .. ou de bebes .. e monta um curso sobre isso…

      Ai adivinha só quando aquele outro fotografo precisar aprender mais sobre sei lá, fotografia de bebes, quem ele vai ir atras!?

      O curso “aprenda a fotografar tudo, todos, em qualquer hora, lugar e dia”

      Ouuuuu…

      “Aprende a fotografar bebes, faze-los rir e tirar aquela foto que farão seus pais choraraem!”

      É esse que deve ser o pensamento ;)

      Ultima dica: VIAGEM + HOBBY (fotografia): como viajar o mundo tirando fotos e vender para revistas como national geographic.

      APOSTO que já algum curso assim nos EUA .. por aqui? Nao sei .. Quem sabe vc não faz o primeiro!? ;)

      Espero ter ajudado e qualquer coisa só aparecer lá no blog para mais dicas! Tb já recomendo que baixe o manual que tenho lá no site de graça que ai tb vc já recebe minha newsletter com mais um monte de dicas

      Abraçao e sucesso!!

      • Oi Brunoooo =)
        Td bem sim e vc?

        Fato, voce acabou de descrever meus pensamentos sombrios quando eu pensava em relação a só fotografar casamentos ou fotografar só um tipo de nicho, sempre pensei que se eu fotografar só casamentos ou só ensaios talvez eu estaria me limitando demais, porém lendo o que vc me escreveu, compreendi perfeitamente que vale MUITO MAIS a pena ser uma fotógrafa especialista em determinado nicho da fotografia do que ser a FOTOGRAFA que não tem especialidade em nada e fotografa tudo, não soa como confiavel e muito menos como bom fotógrafo pois quem não é especialista em nada, é como se não tivesse se encontrado ainda na fotografia !!

        Obrigada, por gartar seu tempo escrevendo e me ajudando, vc não sabe o quanto isso me acrescentou !! Obrigada !! Agora é hora de colocar os pensamentos no lugar e correr pra coloca por em prática ebaaaa =) YEHHHH

  2. PS: Esqueci de comentar um outra coisa =)
    Lindas as fotos da Kyle Hepp !! Beliissimo trabalho !! Diferenciado e UNICO !!

  3. Olá Bruno, parabéns pelo texto e pelo trabalho!
    A leitura foi muito útil para mim e eu fiquei com uma dúvida na cabeça: Será que eu posso aliar minha formação (logística) a alguma área de sistemas de informação gerencial? creio que este é um mercado em expansão e eu gostaria de explorá-lo e só fiquei em dúvida se eu posso usar seus ensinamentos como base para investir nesta área que oferece tantas oportunidades, principalmente na logística digital (E-commerce)

  4. Fala Jéferson!

    Olha, pra ser sincero a sua pergunta não é tão simples de responder.

    Por um lado, sim, claro que vc pode, mas por outro: tem demanda? Como vc vai vender? Pra quem vc vai vender? Pode executar sozinho ou precisa de um time para conseguir fornecer uma solução completa para uma loja de e-commerce?

    Geralmente o maior problema é a execução em si e para saber se isso é realmente viável, ai só vc, que conhece melhor ambas áreas, para me dizer se vc realmente conseguiria viabilizar uma proposta.

    Tente imaginar como se alguem fosse investir no seu projeto e tente colocar passo a passo desde a criação até o recebimento dos pagamentos pelos clientes da prestação dos seus serviços.

    Se vc acha que consegue “fechar o circutio” então ótimo :)

    Grande abraço!

  5. Olá Bruno gostei da frase ” ouviu naquele happy hour quinta passada que é possível ganhar dinheiro online “, comigo foi assim em 2006, nessa época estava não sabia nada de computador , rede sociais, internet, “EU TINHA MUITO MEDO DE COMPUTADOR”, mas quando você quer algo de verdade o aprendizado e conhecimento não tem limites, estudei sobre o assunto venho me aprimorando durante os anos em cursos, faculdades, livros, etc.. em 2010 criei um site, onde tive uma idéia de ajudar pessoas conhecendo as suas dificuldades na internet, coisas que geralmente temos medo de fazer, ou dúvidas de como fazer, não imginava que poderia ganhar US$2.651,60 Pagamento mais recente 26/11/2012, média mensal com somente com o site.

  6. Olá Bruno, adorei seu texto muito bom mesmo, entre todos que li o melhor até agora, eu estou procurando aonde me encaixo no mercado, eu tenho uma loja online de vestuários e um blog de moda, tanto para o público feminino como para o masculino, voce poderia me dar um exemplo de como me direcionar no mercado? obrigada.

    • Oi Vania!

      Olha o que eu recomendaria é parecido com o que falei pra Vivi:

      Foco na area onde você consiga ver claramente que você pode ser A MELHOR na area que você escolher.

      De repente pd ser vestuario feminino para fitness e musculação (que já deve ter uma bela competição mas é só como exemplo)

      Quanto mais focado melhor :)

      Abraços!

  7. Olá Bruno,
    Tudo bem ?
    Excelente seu artigo!Aqui ficou demonstrado como pode-se dizer muito escrevendo pouco;com objetividade.
    Vou baixar seu livro agora para aumentar meus conhecimentos digitais.
    Até breve.

  8. olá bruno mt bom seu artigo!
    uma duvida:para quem está começando com seu nicho de mercado agora ,pode-se pesquisar na internet notícias relacionadas ao seu nicho de mercado e posta-lo em seu blog ou site?
    Se a resposta for sim.
    Isso não seria plagio?pois para quem está começando é mt dificil criar artigos para seu site ou blog.
    E se não for abusar muito da sua boa vontade,conte-nos como fez para criar seus primeiros artigos!

    Um grande abraço e mt sucesso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.