Cinco passos para criar a sua marca

Confira cinco passos para construir sua marca do zero, sozinho ou com a ajuda de um especialista

Pode parecer em um primeiro momento que para abrir um negócio você pode decidir apenas o que deseja vender, criar um nome e pronto. Sua marca está completa! Mas, na verdade, para construir uma marca forte é preciso pensar em muitos detalhes, desde o posicionamento até a identidade visual, o que chamamos de branding.

Por exemplo: quando alguém fala Nike o que você pensa? 

Eu me lembro do logotipo, das cores preto e branco, de uma pessoa em movimento, da frase “JUST DO IT” em letras maiúsculas. Tudo isso faz parte do branding da Nike e cria um universo próprio, se diferenciando dos concorrentes.

Uma marca forte traz reconhecimento pelas pessoas, permite que você se diferencie dos competidores e atraia as pessoas certas até o seu negócio. Por isso, daremos aqui cinco passos para construir sua marca do zero, sozinho ou com a ajuda de um especialista, caso decida contratá-lo para ajudá-lo durante o processo de briefing.

1. Entenda quem é seu público-alvo

O primeiro passo para uma marca de sucesso é saber quem é seu público. Para entender isso você pode responder a algumas perguntas para conseguir entender melhor quem é o seu cliente ideal. Além disso, é possível fazer uma pesquisa dos seus concorrentes para entender o público que eles atendem e pensar se você deve focar no mesmo ou em um público diferente, que talvez ninguém atenda.

  • O que a pessoa quer quando procura por seu produto? Ela é movida por uma necessidade ou um desejo?;
  • Qual a faixa etária do seu cliente?;
  • Qual a classe social?;
  • Qual o gênero que você atende?;
  • Seu cliente está nas redes sociais? Ele faz compras totalmente online ou precisa de algum contato presencial?;
  • Seu público é mais formal ou informal? Ele usa gírias? E abreviações?

Em um próximo momento, quando você tiver dados reais do seu público e não apenas suposições, pode construir sua persona, um representante fictício com seu próprio nome, idade, profissão, desejos e dores, que expressam quem é o seu cliente.

2. Defina a personalidade da marca

Pense que sua marca é uma pessoa: quais são as características dela? Ela é moderna, amigável e engraçada? Ou será que ela é elegante, séria e confiável?

Pense em três características principais que irão guiar todo o posicionamento da sua marca. Essas características são o que você quer que a sua audiência pense e sinta toda vez que entrar em contato com a sua marca. Vamos deixar aqui alguns exemplos de características para inspirar na escolha, mas não se limite a elas:

Para ajudar na escolha, relembre quem é o seu público. Ele conversa bem com as características que deseja expressar, com a marca que você quer ser?

Se a resposta for não, é necessário rever o seu público ou as características que escolheu, pois ambas as coisas precisam estar alinhadas. 

3. Construa uma identidade visual

A identidade visual representa o conjunto de elementos visuais que compõe a marca. É uma união do logotipo, das fontes, cores e outros elementos representativos que você decida utilizar. 

Para criar uma identidade visual coesa é preciso entender o segmento da marca, qual o seu posicionamento como empresa e quais são as características que você quer transmitir. Por esse motivo os passos anteriores são tão importantes.

Por exemplo: é comum que uma marca relacionada à saúde utilize a cor azul, uma vez que essa cor representa a confiança e tranquilidade. Marcas que querem expressar rebeldia normalmente têm o vermelho como cor principal. Você consegue entender mais sobre as percepções culturais que temos de cada cor no livro Psicologia das Cores.

O mesmo que ocorre com cores acontece também com fontes e símbolos. Nós fazemos relações inconscientes quando vemos algum elemento, sendo importante entender quais são essas relações para utilizá-las ao seu favor.

4. Estabeleça voz e tom da marca

Além do aspecto gráfico, é importante definir como sua marca irá se comunicar. Quais são as palavras mais interessantes para expressar o que você deseja.

É interessante utilizar gírias, memes e abreviações? Se sua marca for jovial e moderna, isso pode fazer muito sentido, mas se a marca for séria e elegante, essa comunicação irá deixar os seus clientes confusos.

5. Seja constante

Não adianta definir posicionamento, tom, voz e identidade visual, se você deixar isso no papel. O que torna uma marca forte é utilizar toda essa estratégia de comunicação de maneira constante e que por meio da repetição ela começará a ser lembrada. 

Qual é o logotipo do McDonald’s? Quais são as suas cores? Você consegue lembrar devido a repetição desses elementos associados à marca e é esse reconhecimento que você deve ter como objetivo.

Construir a sua marca com cuidado e de maneira estratégica é indispensável para que o seu público consiga reconhecer o seu negócio. Uma marca consistente se constitui em um pilar para gerar conexão com sua audiência. Por isso, invista tempo em colocar todas essas dicas em prática. Boa sorte!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.