ROI em mídias sociais: você não deveria se preocupar tanto

ROI em mídias sociais

O ROI (retorno sobre investimento) em mídias sociais já é algo muito procurado por profissionais ligados ao marketing digital. Muitas vezes tratado indiretamente, não é ignorado quando os profissionais de SMM (Social Media Marketing) investem muitas horas de trabalho para gerar relatórios que mostram os resultados de suas últimas ações – o que não deixa de ser ROI, mesmo que não seja apresentado um índice fechado no final do documento.

Contudo, acredito que a perseguição de um ROI ou de uma ou duas métricas específicas – como seguidores no Twitter ou número de impressões dos conteúdos postados no Facebook – pode não ser saudável quando se pensa numa “atuação ideal [para a sua empresa] em mídias sociais”. Sim, essas métricas são importantes e podem representar o sucesso de algumas atitudes específicas, mas você não deveria se intrigar só com elas e o nosso amigo ROI.

Por que baixar o nível de preocupação? Vamos listar algumas razões:

– Se você dizer que o ROI em social media é composto por vários ativos intangíveis, seu cliente vai entender como “isso não vai me dar dinheiro” e vai ler o seu tão-trabalhoso-de-gerar-ROI como zero na maior parte das vezes. Pensando a partir daí, faz sentido que ele queira investir mais em anúncios e SEO, que trarão conversões exatas e mensuráveis.

– Sua primeira preocupação deveria ser “resolver o problema X e obter uma taxa de sucesso Y”. Do que realmente a sua empresa está precisando e de que forma as mídias sociais podem ajudar? É daí que devem surgir suas ações e suas métricas, e é nesse espaço que você poderá inovar. Talvez a melhor solução não esteja em uma conta no Twitter, mas sim em uma rede social no Ning ou num fórum de discussão, por mais retrógrado que possa parecer.

– Já que mencionamos inovação, lembre que a internet está constantemente inovando. Percebeu como formei essa frase? A inovação aparece como um processo, e não algo que surge do dia para a noite. Por isso creio que muitas empresas perdem tempo ao não entrar no Google+. Elas pensam que, como ele tem chances de fracassar, não vale a pena investir. Mas muitas delas já perceberam que vale a pena entrar cedo e mostrar que têm conhecimento para inovar. Você não se arrependeu de não ter entrado no Twitter em 2008? Pense em criar uma página no Google Plus e veja algumas dicas aqui no Digitais do Marketing 5 passos para sua empresa entrar no Google Plus.

– Nenhum ROI pode medir o reconhecimento do nome e da aparência da sua marca, muito menos a “comprabilidade” dos seus produtos e serviços. Claro, você poderia fazer uma pesquisa de mercado para isso, mas a maior parte das empresas brasileiras não possuem budget para este tipo de investimento.

Ah, só para reforçar: acredito que índices sejam essenciais e incentivo estudos sobre como funciona a mensuração de resultados em mídias sociais.

O que você pensa sobre isso? Comente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.