3 clássicos para sair do comum na concepção de blogs corporativos

3 Clássicos para sair do comum na concepção de blogs corporativos

3 Clássicos para sair do comum na concepção de blogs corporativos

Blogs corporativos são ferramentas estratégicas muito importantes para a disseminação das marcas que comunicam. Isso todo mundo já sabe! Mas como torná-lo diferenciado, saindo um pouco do corporativismo exagerado?

Tentarei resumir lições importantes que aprendi na minha jornada profissional, e que podem ser úteis para vocês leitores, que desejam iniciar o projeto de um blog corporativo.

1 – Desenhando o blog

Antes de começar com a frase de impacto que todo setor de marketing e comunicação gosta de soltar: “Estamos planejando um blog corporativo!” pense bem antes de querer inovar. Pesquise a concorrência, veja os erros e acertos, e tente alinhar à sua marca, criando um propósito central para o blog. Vai comunicar para os funcionários apenas (meio estilo Intranet) ou vai informar também para investidores e mercado no geral? O blog terá mais texto, imagens ou um mix dos dois? Que tipo de interatividade vai apresentar? (ligações com o Twitter e Facebook da marca são as mais comuns, e podem ou não existir dependendo do propósito). Tudo isso deve ser pensado e desenhado previamente para que o blog obtenha seu target.

2 – Blog é o espelho informal da sua marca

Imagine cada blog corporativo como um espelho que mostra a personalidade da sua empresa. E então questione: quem é a sua marca? Imagine-a como uma pessoa, pois os blogs no geral, iniciaram como diários pessoais. Hoje o que a marca fez de melhor? Quais foram as pessoas que impactaram na existência da empresa atualmente? Quais são as histórias que deseja contar? Vale uma reflexão da equipe de trabalho envolvida no projeto do blog corporativo, trazendo valores e posicionamentos diversos que podem estar esquecidos, dando um refresh na marca através do projeto .

3 – Estréia do blog, e agora?

Dependendo da marca, é importante manter esse momento como um marco para a comunicação da empresa. Configura também como um momento que pede uma nota importante para assessoria de imprensa, que deve divulgar ao mercado e principalmente aos investidores.
Além disso, comunicados internos diferenciados, como ferramenta de endomarketing, trazem para o blog corporativo uma identidade mais amigável. Se for possível, fuja dos tradicionais e-mails com a cara do RH, e pense em um pop up em DHTML para que todos os funcionários vejam a novidade, assim que efetuarem o login em suas estações de trabalho. Sem dúvidas a aceitação será maior, pois aumenta o desejo de experimentação. Essa contemplação em cadeia gera um encantamento da equipe, fazendo com que muitos funcionários se tornem colaboradores do blog em potencial, diminuindo assim o esforço de captação do conteúdo, secundariamente.

Espero te ajudado vocês com esses que considero conselhos clássicos para a criação de blogs corporativos. Vejo muitas empresas perdidas por aí, sem saber (até mesmo) o que comunicar no blog. Fato é que não são todas as marcas que devem ter blogs, pois o esforço geral de branding ainda não está alinhado com o timing para que isso aconteça. Fazer com que os gestores entendam isso, é a nossa missão! 

Até a próxima! Semana que vem tem mais! J

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.