Bem-vindo à era da convergência das mídias

convergência das mídias.

convergência das mídias.Durante os últimos três dias pude participar do Rio Content Market, evento internacional sobre produção de conteúdo multiplataforma aberto a indústria de tv e mídias digitais, e tive o privilegio de saber mais sobre o mercado audiovisual internacional e nacional.

Muita coisa vai mudar nos próximos 10 anos e irei destacar alguns pontos importantes.

Segundo Mark Greenspan, diretor-executivo de operações da Achilles Media, as mídias estão vivendo uma grande convergência, na publicidade e na indústria tecnológica do entretenimento.  A forma mudou e vem mudando com as novas tecnologias. Vivemos em um momento de múltiplas plataformas e com isso vem a ideia das parcerias e colaborações. São  as novas perspectiva da mídia, declara. Hoje, aquele que tem sucesso é quem vive em rede, declara Flavia da Justa, diretora de marketing da ABodytech em palestra sobre o futuro do conteúdo integrado às marcas.

A geração de conteúdo será  muito importante para as marcas. Uma campanha publicitária por exemplo precisa estar com um planejamento de comunicação integrado com as novas mídias, anytime, anywhere, anyhow e alinhada com sua proposta de valor, missão e visão. Para o produtor Antonie Robin, diretor presidente da Havas Productions, os produtores precisam construir a marca junto com a equipe de branding, pois fica muito mais fácil de comunicar a real identidade da marca, precisa existir comunicação entre todos que estão envolvidos no projeto.

A tendência do Storytelling chega com força total, a criação de histórias, que já é utilizado por algumas marcas. Com isso, os produtores precisam saber utilizar a criatividade, seja na tv ou na internet. Um ponto muito discutido foi a questão da criatividade, já que grande parte do mercado não consegue desenvolver campanhas criativas que funcionem nas plataformas especificas, ou seja, cada plataforma precisa de um conteúdo específico. Jack Bender (produtor da série Lost) declarou que o Brasil é um país de storytellers, depois de ver os desfiles das escolas de samba chegou a conclusão de que o samba é uma maneira incrível de montar uma história, por exemplo. É preciso criatividade.

Outro ponto muito comentado foi sobre o DNA da empresa. Os valores da marca precisam estar presentes na comunicação, a marca  precisa ser autêntica ou não irá sobreviver, já que elas são e serão cada vez mais julgadas pelos consumidores através das redes sociais. Hoje os consumidores são colaboradores e geram conteúdo para as marcas, eles estão conectados uns com os outros. Gian Martinez, gerente sênior de excelência criativa e de conteúdo da Coca-Cola, disse que 80% de geração de conteúdo da marca é feito pelos consumidores da marca.

Vou listar aqui, alguns dos assuntos abordados no evento que estarão em voga durante um bom tempo, alguns desses assuntos estão no Digitais do Marketing e outros falarei no próximo post :

1) Branded content;

2) Branded entertainment;

2) Interatividade na tv digital;

3) Ginga;

4) Mobile;

5) Social Media e Digital Media;

6) Gamificação;

7) QR Code;

8) Realidade aumentada;

9) Geolocalização e

10) Conteúdo On Demand

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.