Elas são os verdadeiros Hubs Sociais

Mulheres - Hubs Sociais

Mulheres - Hubs SociaisNão é de hoje que as mulheres são consideradas multitarefas e, talvez, essa seja uma das principais razões para que elas comandem boa parte das redes sociais de maior sucesso no país. Isso mesmo, o uso das redes sociais é feito majoritariamente pelo público feminino, sabia?

São elas que estão mais interessadas em desenvolver as diversas possibilidades que o mundo online proporciona: compartilhar conteúdo, pesquisar por produtos, realizar compras pelo e-commerce, manter contato com amigos, e por aí vai. Só mesmo quem já está acostumado a uma rotina de várias facetas é que poderia melhor se adequar ao mundo virtual. Mulher gosta disso, de poder desempenhar vários papéis ao mesmo tempo – e de ainda contar tudo isso em tempo real para as amigas!

E quem pensa que mulher só fica fuxicando e comprando coisas fúteis na internet está muito enganado: elas já ultrapassaram os homens no quesito compras de produtos tecnológicos. De acordo com o site Mashable, as mulheres mostraram mais interesse em tablets (18%), notebooks (20%) e smartphones (20%). Já com os homens os mesmos produtos tiveram porcentagens de 15%, 14% e 17% respectivamente. Dados como esses acabam sendo fomentadores de grandes estudos acerca da mulher na web, como o do “Movimento Habla”, da Editora Abril. Em parceria com a comScore, empresa de pesquisa e marketing online, eles realizaram um estudo que  apresenta um panorama da web no Brasil sob a ótica das mulheres – um prato cheio para quem quer informações para o planejamento de estratégias de comunicação digital para esse público. Conforme a própria descrição da pesquisa no site, os dados revelam “as principais diferenças entre o comportamento digital delas no país e no exterior, os hábitos de consumo de conteúdo, no que elas se engajam, o que estão buscando e como estão transformando o mundo online brasileiro”.

Essa movimentação feminina também é terreno fértil para iniciativas criativas que se tornam possíveis ou se aprimoram com a ajuda da Internet. É o caso do projeto “Pedal de Salto Alto”, criado por um grupo de mulheres que incentivam o uso da bicicleta em suas diversas modalidades: transporte, lazer e esporte. Para isso, marcam encontros periódicos para passeios de bike e, claro, de salto pela cidade de Belo Horizonte, MG. O melhor lugar para divulgar esses encontros? Blog, Facebook, Twitter e toda a web! Aliás, o mesmo grupo teve outra ideia fantástica que também exemplifica bem a exposição do poder das mulheres na web: o “Negócio de Mulher”, um projeto formado por mulheres designers e da área de comunicação que desenvolvem projetos próprios e prestam serviços relacionados a design e marketing com foco no mercado feminino. Vale a pena acompanhar o trabalho delas pelo blog.

É, alguns machistas por aí dizem que as mulheres não dominaram o mundo porque ainda estão escolhendo a roupa. Acho que está na hora de mudar a piadinha, porque elas já escolheram a roupa e muitas coisas mais – até sem sair de casa. E, quanto ao domínio, pelo menos no mundo das mídias sociais elas já são rainhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.