Mesmo sendo sucesso de público, a plataforma americana de publicação Medium anunciou nesta semana que demitiu 50 funcionários (1/3 de seus colaboradores) e fechou os escritórios de Nova Iorque e de Washington em uma reestruturação para rever seu modelo de negócios baseado em publicidade. As demissões ocorreram principalmente nas áreas de vendas e suporte, enquanto a maior parte das equipes de desenvolvimento de produtos e engenharia serão mantidas, informou a empresa.

evwilliams_medium

Ev Williams, CEO da empresa e co-fundador do Twitter e do Blogger, escreveu em declaração “que mesmo a empresa crescendo 300% em 2016 ainda não temos a solução para conseguir direcionar pagamentos ao conteúdo de qualidade. Continuar nesta trajetória colocou-nos em risco de nos tornarmos uma extensão de um sistema quebrado”.

O empresário não descreveu o novo modelo que o Medium vai criar, mas afirmou que vai recompensar autores e criadores de conteúdo com base no valor que estiverem criando, não apenas na capacidade deles em atrair “audiência de alguns segundos”.